Orgão regulador europeu, Reconhece relação entre a Vacina de OXFORD e casos de trombose

Após a várias mortes regitradas na Europa, EMA reconhece vínculo entre a vacina da OXFORD e casos de trombose

No Brasil, a vacina Oxford-AstraZeneca é um dos imunizantes aprovados para uso pela Anvisa.

Os dados divulgados pela MHRA na sexta-feira (2/4) mostraram 22 casos de trombose venosa cerebral (TVC), que é um tipo de coágulo sanguíneo no cérebro. até o momento 7 pessoas já morreram após tomar a vacina e apresnetar coagulos sanguineos.

Marco Cavalieri, especialista da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) , admitiu a existência de uma relação entre o uso da vacina de Oxford e um número maior do que o esperado de casos de trombose com deficiência plaquetária entre adultos. “É cada vez mais difícil dizer que não existe uma relação de causa e efeito entre a vacinação com AstraZeneca e casos muito raros de coágulos sanguíneos inusuais associados com contagem baixas de plaquetas. Na minha opinião, agora podemos dizer que está claro que há uma associação. Contudo, ainda não sabemos o que causa essa reação”, afirmou o especialista em entrevista ao jornal italiano Il Messaggero publicada nesta terça-feira, 6. Cavalieri acrescenta que há uma incidência maior de casos de trombose entre as mulheres que receberam o imunizante, o que torna necessário estudar “a relação entre risco e benefício”.

Holanda informou que recebeu cinco relatos de mulheres de 25 a 65 anos que desenvolveram trombose após serem vacinadas no país, sendo que uma delas morreu de embolia pulmonar extensa dez dias após receber a vacina de Oxford. Na Alemanha, foram 31 casos de trombose e nove vítimas fatais, sendo dois homens de 36 e 57 anos e sete mulheres com idades entre 20 e 63 anos. 

com informações de Jovem Pan

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *